Em um comunicado enviado aos pais de alunos do Colégio Antônio Vieira, de Salvador, o Serviço de Orientação Educacional (SOE) faz um alerta a respeito da classificação indicativa da série “Round 6”, destacando que a atração é “totalmente inapropriada para crianças”.

Foto: Divulgação

“Considerando a nossa cultura e prática do cuidado, além das escutas sistemáticas e cotidianas que são feitas a nossos (as) estudantes e seus familiares, em interface com as questões vivenciadas na contemporaneidade, iniciamos esse comunicado lembrando a importância de um diálogo constante entre escola e família, a fim de seguirmos promovendo o desenvolvimento pleno e integral de nossos estudantes”, diz o texto.

Destacando o sucesso da série coreana da Netflix, não só na plataforma, mas também na internet, o colégio pontua que a classificação etária da atração é de 16 anos, portanto não indicada para as crianças. “Como esse conteúdo vem tomando proporção nas redes sociais e também percebemos que vem sendo comentado entre as crianças, durante o recreio e horários livres, convidamos a todos para que fiquem alertas e acompanhem diariamente os conteúdos de acesso de seus filhos, sejam eles em filme, séries, músicas, sejam os conteúdos explorados nas redes sociais. Os canais de Streaming, como a Netflix e outros, permitem a ‘Seleção de visualização por classificação etária’, uma ferramenta preciosa para o controle dos pais”, alerta a instituição educacional.  

A equipe pontua ainda o papel da família como responsável por decidir o que é ou não adequado para seus filhos, mas pondera que “como educadores de uma Instituição que preza pela cultura da paz, nos sentimos implicados com a formação e o cuidado de nossos (as) estudantes e consideramos que é nossa obrigação alertá-los”.  Ao final, eles agradeceram a parceria com os pais, reiteraram a importância da colaboração deles para o processo educativo e se colocaram à disposição para prestar esclarecimentos.

SOBRE A SÉRIE

Dirigida por Hwang Dong-hyuk, a série coreana "Round 6" mostra um grupo de pessoas em sérias dificuldades financeiras, que aceitam o convite para um estranho jogo que pode render um prêmio bilionário. O que eles não sabem de início é que a "brincadeira" será fatal para a maioria deles. Em uma série de competições, os perdedores são eliminados em um massacre sangrento e mortal.

“Round 6” começou a ser esboçada em 2008, mas somente agora ganhou espaço para ir ao ar. Em entrevista à Variety a diretor explicou o mote da série. “Queria escrever uma história que fosse uma alegoria ou uma fábula sobre a sociedade capitalista moderna, algo que retratasse uma extrema competição, como a competição extrema da vida. Mas queria usar os tipos de personagens que conhecemos na vida real”, disse Hwang Dong-hyuk.

Fonte: Bahia Noticias / por Jamile Amine / Gabriel Lopes

Postagem Anterior Próxima Postagem