O governador da Bahia, Rui Costa (PT), informou no início da tarde desta quinta-feira (25) que decretará a suspensão de todas as atividades não essenciais durante este fim de semana no estado.  A medida, que valerá entre as 18h noite de sexta (26) e as 5h de segunda (01/03), foi anunciada em uma coletiva de imprensa virtual ao lado do prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM).

Foto: Reprodução 

Segundo o governador, nos dias de restrição, não será permitido o funcionamento de bares, restaurantes (está autorizada entrega por delivery até a 0h), shoppings nem comércio de rua. Os supermercados ficarão proibidos de vender bebida alcoólica.

“Apesar de toda ampliação de leitos que fizemos e continuaremos a fazer, cresce o numero de pacientes internados. E nós conjuntamento decidimos fechar as atividades não essenciais. As medidas são urgentes para diminui a aceleração do crescimento”, declarou o governador, ao justificar que a restrição é uma o endurecimento do toque de recolher atualmente em vigor  em 381 municípios — à exceção da região oeste.

A circulação de ônibus, no entanto, não será a afetada, já que os coletivos poderão funcionar dentro do horário já estabelecido no decreto de toque de recolher.

O estado tem atualmente 82% das UTIs (unidades de Terapia Intensiva) ocupadas. Segundo dados da Sesab (Secretaria Estadual de Saúde) atualizados até as 9h22, 908 pessoas estão em tratamento em leitos para casos graves de Covid.

Esse é o maior número de pacientes com coronavírus internados desde o início da pandemia. No pico da crise sanitária, em 2 de agosto do ano passado, o total chegou a 857 doentes. Já as UTIs pediátricas registram 61% de ocupação.

Fonte: Itapebi Acontece

Postagem Anterior Próxima Postagem