A Prefeitura de Itagimirim, seguindo recomendação do Ministério da Educação, deu início nessa quinta (30/04), à distribuição em domicílio dos alimentos destinados à merenda escolar para os alunos do município, durante a paralisação das aulas. Na visão do MEC, a quantidade de itens nos kits a ser entregues aos alunos se refere à quantidade média de alimentos que os estudantes consomem normalmente na escola.


VALOR DISPONIBILIZADO PELO MEC PARA CADA ALUNO

Porém, os valores disponibilizados pelo MEC representam aproximadamente apenas R$ 0,36 por dia para cada aluno, algo em torno de pouco mais de R$ 7,00 por mês, o que é insuficiente para substituir a quantia de alimento por cada aluno, vez que, com esse valor, mal daria para comprar um quilo de feijão.

COMPLEMENTAÇÃO DA PREFEITURA

Considerando que esses produtos não serão consumidos apenas pelos alunos durante a paralisação do ano letivo, e preocupada com a situação pela qual está passando o país, e, em Itagimirim não é diferente nessa época de pandemia, é que a gestora do município autorizou, após realizar estudos técnicos, a complementação desse valor com recursos próprios, adicionando mais alimentos e ainda incorporando produtos de higiene e limpeza, formando uma verdadeira cesta básica, com valor de aproximadamente 800% maior que o destinado pelo MEC. Com isso, quase R$ 70 mil de recursos próprios do município, foram necessários para compor os kits desses alimentos, nessa primeira etapa.

DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS JÁ ESTAVA ACONTECENDO

A Prefeitura já vinha realizando a entrega de marmitas prontas para famílias de alunos matriculados na rede municipal de ensino, com a distribuição diária de 150 pratos, em média, além da entrega de cestas básicas, por meio da Assistência Social, para famílias mais necessitadas, especialmente nessa época de crise provocada pelo Coronavírus.

Com essas e outras ações, a prefeita Devanir vem dando um verdadeiro exemplo de cuidado com o povo de Itagimirim durante a pandemia, mobilizando todos os setores do governo municipal para manter a cidade livre da doença e também dar assistência às pessoas mais carentes do município nesse momento de grande dificuldade.

Fonte: Ascom da Prefeitura de Itagimirim 
Postagem Anterior Próxima Postagem