Na noite de quarta-feira(26), o Bahia venceu o Nacional do Paraguai por 3 a 1 e avançou para a segunda fase da Copa Sul-Americana. Foi a primeira vez em toda sua história que o Esquadrão de Aço venceu uma partida oficial fora do Brasil.
A próxima etapa da competição continental será só em maio, quando a Copa recebe as equipes eliminadas da Libertadores da América.
Primeiro tempo começou e o Tricolor não tomou conhecimento do adversário. Logo no primeiro minuto, Rossi rouba a bola, toca pra Gilberto que deixa Élber em boas condições de marcar. O camisa 7 entra na área e chuta para defesa do goleiro paraguaio.
Porém, no minuto seguinte Élber não desperdiçou. Rossi faz um ótimo lançamento para o atacante que tocou para o fundo das redes na saída do arqueiro.
O Bahia continuou dominando jogo e aos 28, Gilberto deu belo passe para Rossi, que chutou para o gol, mas o árbitro auxiliar marcou impedimento. Na saída de bola, o Élber roubou a bola do adversário e bateu para defesa do goleiro.
Mas, o segundo gol não demorou a sair. João Pedro cruzou na área e o defensor paraguaio desviou a bola com o braço. Pênalti, que Gilberto bateu forte no meio do gol e ampliou o marcador.
No fim da primeira etapa ainda deu tempo do Esquadrão ampliar. Rossi arrancou pela esquerda e deu lindo passe de três dedo para Gilberto empurrar para o gol.
No segundo tempo, o Bahia voltou dominando a partida, mas foi o time paraguaio diminuiu com um pênalti inexistente marcado pelo árbitro. Beltran tocou para a área e Lucas Fonseca cortou a bola de cabeça. O juiz assinalou como se o zagueiro tivesse cortado com o braço.
Villagra bateu rasteiro e fez o gol de honra do time paraguaio.
Mesmo com o tento, o Tricolor foi o dono da partida e teve chances de ampliar o placar. Aos 22, João Pedro arrancou pela direita e cruzou para Arthur Caíke, que não conseguiu chegar a tempo para marcar.
Aos 33, João Pedro chuta de fora da área, o goleiro espalmou e a bola sobrou para Fernandão. O atacante rolou para trás, mas Rossi chutou para fora.
No fim, Fernandão ainda teve uma grande chance, quando recebeu na área e chutou rasteiro na trave.
A equipe atuou com Anderson, João Pedro, Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore e Flávio; Élber, Clayson (Arthur Caíke) e Rossi; Gilberto (Fernandão).
Próximo compromisso da equipe do técnico Roger Machado é no dia 7 de março, contra o Confiança, na Fonte Nova, pela Copa do Nordeste.

Fonte: Site oficial do Bahia
 Fotos – Felipe Santana/EC Bahia/Divulgação
Postagem Anterior Próxima Postagem