Cláudio Tencati completou nesta quarta-feira(27) uma semana à frente do Vitória. Contratado para substituir Marcelo Chamusca, o técnico teve poucos treinos com o elenco e apenas uma partida realizada, mas já tem o trabalho bem avaliado dentro da Toca do Leão. O meia-atacante Andrigo reconheceu que o grupo apresentou uma evolução sob o comando do treinador. O jogador rubro-negro espera que o time siga em crescimento para conquistar bons resultados, a começar por sábado, contra o Náutico, no Barradão, pela última rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste.

- Foi muito pouco tempo para fazer avaliação. Foram poucos treinos. Cada um tem seu jeito de trabalhar. Como cada jogador tem sua característica, cada treinador tem seu jeito também. A gente sabe que fomos os maiores culpados por não conseguir as vitórias. Estamos ali dentro jogando. Sabemos da nossa capacidade, poderíamos ter evitado tudo isso. Mas futebol é assim. As coisas acontecem muitas vezes de forma que a gente não quer. De tudo a gente tira um aprendizado. O professor assim que chegou viu coisas que a gente precisava melhorar. Ele analisou muito bem, cheguei a conversar com ele. Viu de cara coisas que a gente precisava melhorar e que sabíamos que precisávamos melhorar. Tanto que fizemos um jogo seguro contra o ABC. Poderíamos ter saído de lá com a vitória. Foi pouco tempo, mas houve evolução. Com mais tempo, teremos mais evolução e vamos corrigindo os erros para chegar no nível que queremos.

Andrigo diz que Tencati fez pequenas orientações para corrigir falhas da equipe. O meia-atacante usou o desempenho apresentado no empate em 0 a 0 com o ABC, no último sábado, como exemplo.

- O que ele pediu mais foi ajeitar coisas que estávamos errando. Quando a gente atacava dava brecha para o contra-ataque. No último jogo houve uma melhora. A gente também conseguiu jogar mais com a bola no pé, sair jogando, criar mais oportunidades na frente. Cada setor ele corrigiu uma coisinha, que a gente vai corrigir ainda mais, mas já houve melhora. Ele pediu para a gente simplesmente jogue, que a gente faça o que sabe fazer de melhor, que é jogar futebol. Simples assim.


A partida contra o Náutico é de grande importância para o Vitória. Eliminado na primeira fase da Copa do Brasil e do Campeonato Baiano, o Rubro-Negro corre o risco de ficar sem atuar em jogos oficiais por quase um mês se não garantir a classificação para as quartas de final da Copa do Nordeste. Para seguir no regional, o time precisa vencer e torcer por tropeços de Salgueiro ou CRB.

- Está sendo encarado como final. Não pensamos nessa hipótese, pensamos na vitória. Pensamos que, conseguindo a classificação, teremos tempo para o Brasileiro e a fase final da Copa do Nordeste. Então, a gente sempre pensa positivo. Pensamos nas coisas boas e estamos fazendo isso para que essas coisas aconteçam – disse Andrigo.

O Vitória é o 5º colocado do Grupo A com seis pontos. O Rubro-Negro ainda não venceu na Copa do Nordeste.

Fonte : GloboEsporte.com
Postagem Anterior Próxima Postagem