O São Paulo está eliminado da Copa Libertadores de 2019. Depois de perder por 2 a 0 na Argentina, o Tricolor voltou a jogar mal e não passou de um empate sem gols com o Talleres, nesta quarta-feira, no Morumbi. A eliminação logo no primeiro mata-mata do torneio, o principal foco do clube na temporada, deixa o técnico André Jardine bastante ameaçado no cargo. A tendência é de que ele seja demitido nos próximos dias. Mergulhada na crise, a equipe faz o clássico contra o Corinthians, domingo, em Itaquera, pelo Paulistão .

O São Paulo acumula a terceira eliminação seguida para clubes pequenos da Argentina. As outras duas foram pela Copa Sul-Americana. Em 2017, com Rogério Ceni como técnico, o Tricolor caiu diante do Defensa y Justicia, na primeira fase. Em 2018, com Aguirre, a equipe foi batida pelo Colón, na segunda fase.


Os protestos da torcida do São Paulo começaram ainda com a bola rolando no Morumbi, no meio do segundo tempo. O presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, que deixou seu camarote no Morumbi antes do fim da partida, foi o principal alvo da ira dos torcedores são-paulinos.

Fonte : Globo Esporte 

Postagem Anterior Próxima Postagem