O que não faltou nesta sexta-feira(26)  foi polêmica em São Januário! No empate em 1 a 1 entre Vasco e Internacional, pela 31ª rodada do Brasileirão, pouco interessante para as duas partes, o protagonismo não foi dos autores dos gols Maxi López e Jonatan Álvez, mas sim de Igor Junio Benevenuto. Em jogo aberto desde os primeiros minutos - e emocionante até o fim -, o árbitro deixou o gramado como alvo de críticas dos visitantes por pênalti marcado em Kelvin no fim e duas penalidades não assinaladas ao longo da partida, uma parada cada lado.


O lance que definiu o 1 a 1 no placar foi polêmico. Aos 44 minutos do 2º tempo, Kelvin invadiu a área pela direita e foi para o chão. O árbitro Igor Junio Benevenuto demorou, mas ouviu o assistente auxiliar e marcou o pênalti - bem cobrado por Maxi López para empatar o jogo. Na "Central do Apito", Paulo César de Oliveira destacou que o jogador do Vasco procura o contato com Victor Cuesta e interpretou a jogada como normal.

Fonte : Globo Esporte 
Postagem Anterior Próxima Postagem