A Bahia registra pelo 6º dia consecutivo, neste sábado (26), protesto de caminhoneiros em rodovias federais e estaduais. A categoria está em mobilização por todo o país contra a alta do diesel, cujo preço médio nas bombas terminou a semana em forte alta, com avanço de 5,3%, passando de R$ 3,595 por litro para R$ R$ 3,788.

Em Salvador, há interdições parciais no km 613, no km 599 e no km 623 da BR-324. Em todas as vias com interdições parciais, apenas veículos pequenos são liberados para passar dos bloqueios. Caminhões de carga são parados pelos manifestantes.

Na região oeste, há registro de sete pontos de bloqueios. Em Barreiras, que comemora neste sábado 127 anos de emacipação, a BR-242 está parcialmente interditada, no sentido Salvador. Por conta da data comemorativa, o comércio está fechado.

Em Luís Eduardo Magalhães, os caminhoneiros estão com veículos parados em três pontos: BR-242, na saída para Tocantins, BR-020, na saída para Brasília e Goiás, e também na BR-242, que liga o município a Barreiras. Há manifestações, ainda, em São Desidério (BR-135), Formosa do Rio Preto (BR-135) e Correntina (BR-349).

Na região norte do estado, caminhoneiros fazem bloqueios em dois trechos da BR-407, nos municípios de Juazeiro e Bonfim.

(Foto : Reprodução ) 

No sudoeste, Vitória da Conquista, Jequié, Brumado, Itapetinga e Guanambi estão com vias bloqueadas, nas BRs 116 e 262.

O protesto também continua no sul e extremo sul do estado, em trechos da BR-415, em Itabuna, BR-101, em Itabuna, Nova Viçosa, Mucuri, Teixeira de Freitas, Itamaraju, Camacan e Eunápolis, na BR-418, no trevo de Posto da Mata, também em Nova Viçosa, e na BR-330 em Ipiaú.

Na região de Feira de Santana, a 100 quilômetros de Salvador, também há registros de manifestações de caminhoneiros, mas sem bloqueio de tráfego nas rodovias. A categoria protesto em acostamentos da BR-3247, BR-116, BR-101 e BR-110, em trechos de Feira, Alagoinhas, Santo Estevão, Riachão do Jacuípe e Teofilândia.


Fonte : G1 / Via41

Postagem Anterior Próxima Postagem