Por conta das chuva que cai em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, três voos foram cancelados entre a noite da última quarta (1º) e a manhã desta quinta-feira (2), no aeroporto da cidade. Um dos voos, que saiu de São Saulo e chegaria em Conquista na noite de quarta, não conseguiu pousar e seguiu para Salvador.


Nesta manhã, o avião também não encontrou teto para pousar em Vitória da Conquista e seguiu para Montes Claros, em Minas Gerais, distante cerca de 480 quilômetros da cidade do sudoeste baiano. A empresa informou que os passageiros devem seguir de ônibus até Conquista. 

A professora Joelma Carvalho disse que a irmã dela estava nesse voo. Ela conta que, em Salvador, a irmã quis ir até Conquista de ônibus. “Lá, ela manifestou o interesse de vir de ônibus, a empresa não disponibilizou, tentou hoje, ficou sobrevoando. Então, meu questionamento é: Por que a empresa não dá uma solução mais viável? Indo para Ilhéus, seria mais viável, ou vindo de ônibus de Salvador”, diz a professora. 


Quem também reclamou foi a nutricionista Sônia Matos, que chegou com a filha ainda de madrugada no aeroporto. Elas iriam a Belo Horizonte, para uma festa de bodas de ouro de parentes. 


“Mais de mês com essa passagem comprada, e nós chegamos aqui às 6h da manhã. É uma viagem importante, porque é um evento importante na família, eu estou com uma criança de 11 anos e simplesmente o voo foi cancelado. A gente vê a falta de estrutura, falta de opção, você só é comunicado desse cancelamento em cima da hora, e fica totalmente sem opção. Eu estou tentando agora ir para Salvador e conseguir uma passagem do aeroporto de Salvador para Belo Horizonte", disse. 


A musicista Lorena Cathalá contou que, quando a chuva começou a cair, já ficou preocupada. "Eu vi a chuva caindo e falei: ‘Gente, será que o avião vai pousar?’. Porque ele pernoita aqui e já sai de manhã cedo. Eu falei: ‘Vou ligar para confirmar’. Quando liguei, eles [disseram]: ‘É, realmente o voo teve que voltar para Salvador’. Aí eu já fui dormir sem saber se eu ia voar hoje ou não”, conta. 


Quem estava esperando alguém chegar também reclamou dos cancelamentos. “A gente acorda cedo no feriado, tem o deslocamento, a gente vem até aqui – eu não tenho carro, venho de táxi -, chego aqui e não tenho previsão para poder sair. Tem todo um transtorno, e realmente é muito delicida a situação”, diz Thiago Lima, assistente de relacionamento.


Por volta do meio-dia desta quinta-feira, o aeroporto de Vitória da Conquista já operava normalmente. 


Fonte : G1 Bahia 
Foto : Reprodução tv sudoeste

Postagem Anterior Próxima Postagem