A rodada era decisiva apenas para os outros. Mas o Brasil mostrou mais uma vez porque é a melhor seleção da América do Sul no momento. 



Na arena do Palmeiras, a equipe de Tite contou com a qualidade individual de seus jogadores no segundo tempo para vencer e tirar o Chile da Copa do Mundo. Com o triunfo por 3 a 0, gols de Paulinho e Gabriel Jesus (2x), o treinador encerrou a competição invicto com dez vitórias e dois empates.


Agora, é contar os dias até junho de 2018 e esperar o Mundial. A ansiedade é grande. Afinal, partiu Rússia!

Neymar correu risco na Arena Palmeiras. Antes de o Brasil abrir o placar, o camisa 10 parecia pilhado até demais. E os chilenos ainda provocavam. Ele foi advertido com o cartão amarelo e em certo momento do jogo chegou a ter mais faltas cometidas do que sofridas. Se fosse expulso, perderia a estreia da Copa do Mundo. Mas os gols acalmaram o craque, que acabou substituído por Willian no fim.


O jogo marcou o retorno de Gabriel Jesus à Arena Palmeiras quase um ano após sua despedida do Palmeiras. No primeiro tempo, o camisa 9 perdeu duas boas chances: uma de cabeça e outra ao não conseguir dominar o lançamento de Ederson. No segundo, marcou duas vezes e fechou as eliminatórias como artilheiro do Brasil com sete gols.



A despedida da Seleção nas eliminatórias levou 41.008 pagantes à arena do Palmeiras. E, além de garantir recorde de público do estádio, quebrou também o recorde de arrecadação do futebol brasileiro: R$ 15.118.391,02. O anterior era a final da Libertadores de 2013, entre Atlético-MG e Olímpia, no Mineirão.


Por : Flávio Notícias 
Fonte : Globo Esporte 
Postagem Anterior Próxima Postagem