Justiça Federal de Curitiba nesta quarta-feira (13), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que o ex-ministro de seu governo Antonio Palocci "mentiu" em depoimento ao juiz Sérgio Moro. "Eu vi o Palocci mentir aqui", afirmou. Lula chamou o ex-ministro de "calculista e frio" e disse que Palocci só citou seu nome na tentativa fazer delação premiada e reduzir alguns anos de condenação.


"Ele fez um pacto de sangue com os delatores, com os advogados deles e talvez com o Ministério Público", afirmou Lula, em referência ao "pacto de sangue" que Palocci afirmou haver entre Lula e a Odebrecht, incluindo um pacote de propinas de R$ 300 milhões.

Nesta ação, Lula é acusado de receber propina da empreiteira Odebrecht por meio da compra de um prédio para a nova sede do Instituto Lula, que não chegou a ser construída, e de um apartamento vizinho ao que mora em São Bernardo do Campo (SP).


Lula também afirmou a Moro:

Que não solicitou a compra do apartamento vizinho ao dele em São Bernardo do Campo.

Que visitou o prédio objeto da denúncia uma vez e que o achou inadequado.


Que as doações que o Instituto Lula recebeu da Odebrecht não eram propina.

Que jamais tratou com Emílio Odebrecht sobre dinheiro para o PT

Que as três denúncias apresentadas contra ele pela força-tarefa da Lava Jato são "ilações".

Por :Flávio Notícias com informações do G1 
Postagem Anterior Próxima Postagem