Com 15 anos de carreira, Ernando foi apresentado oficialmente na tarde desta sexta-feira, no Fazendão. O jogador faz parte dos oito atletas contratados pelo Esquadrão até aqui: Shaylon, Artur, Rogério, Matheus Silva, Iago, Guilherme e Moisés. A última equipe do defensor foi o Sport, onde foi rebaixado para a Segunda Divisão. Ernando chega em definitivo ao Tricolor, com contrato válido por um ano e possibilidade de renovação por mais um.

Experiência é seu segundo nome. O zagueiro contabiliza 617 jogos na carreira entre Goiás, Internacional e Sport. São quatro títulos: três campeonatos gaúchos pelo Colorado e um Campeonato Brasileiro da Série B, pelo clube Esmeraldino. No ano passado, pelo Rubro-Negro pernambucano, foram 32 partidas como titular. Apesar da rodagem considerável, o atleta se surpreendeu com a estrutura do Bahia e espera contribuir com toda a sua “cancha”.

- Fui um atleta que subi muito novo para o profissional no Goiás. Tive muito tempo de casa lá, cheguei a um total de 405 jogos pelo clube. Depois tive uma temporada muito grande no Inter, somando mais 180 jogos. Então, como Diego citou, tenho uma bagagem boa. No Sport, ano passado, cheguei para o Brasileiro e joguei 32 partidas. Espero ajudar com minha experiência. Com minha bagagem. Gostei muito das condições do clube, da estrutura. Alguns jogadores eu conheço, como Nilton, Jackson, a adaptação está sendo muito boa.A adaptação, inclusive, é um ponto importante para Ernando. O jogador trabalhou com Enderson Moreira, atual técnico do Bahia, quando esteve no Goiás entre 2011 e 2013. Para o atleta, uma ressalva importante para contribuir no seu processo dentro do Tricolor.

- A gente teve bons momentos no Goiás, foi campeão estadual, campeão brasileiro da Série B. Ele me conhece muito bem. Depois do Goiás, tive uma temporada longa no Internacional. Obviamente ele conversou comigo, passou as ideias dele sobre as minhas características para os diretores do Bahia. Fomos felizes em acertar o contrato. Estou muito feliz com esse contrato de um ano. Espero mostrar o meu valor para que possa renovar e permanecer no Bahia por mais tempo.

E para se consolidar no clube, é necessário mostrar seu valor desde o começo. E não será uma tarefa fácil. O Esquadrão conta atualmente com sete zagueiros: Everson, Ignácio, Jackson, Tiago, Lucas Fonseca e Xandão. Uma alta concorrência pela titularidade que, segundo Ernando, poderá ser com muito trabalho nos treinos.

- Desafio muito difícil. O Bahia está bem montado com bons zagueiros, cada um com suas características diferentes Além de estar bem montado, tem vários jogadores da posição. Com minha chegada, aumenta ainda mais a disputa no setor defensivo. Respeito muito o pessoal que vem jogando, Lucas, Tiago, Jackson, Everson, Ignácio. Vai ser uma disputa boa, vai ganhar a titularidade quem mostrar nos treinamentos que pode estar dentro de campo para ajudar o Bahia.

Ernando já teve seu nome publicado no BID (Boletim Informativo Diário), mas ainda não pode entrar em campo na próxima partida do Bahia, contra o Fluminense de Feira, por conta de questões burocráticas da Federação Bahiana de Futebol. O clube informou que, no jogo diante do Juazeirense, o jogador estará em situação normatizada, apto para a estreia.

Fonte : Globo Esporte 
Postagem Anterior Próxima Postagem