Protagonista em mais um jogo da seleção brasileira, Neymar causou alvoroço entre os jornalistas quando apareceu na zona mista, após a vitória do Brasil por 2 a 0 diante da Croácia, neste domingo, em Liverpool. O atacante falou por alguns minutos e comemorou bastante o retorno aos gramados, exatamente três meses após operar o pé direito. Porém, afirmou que ainda precisa evoluir e perder o medo.

- Hoje faz três meses da lesão. Retornar para fazer o que eu mais amo, que é jogar com futebol, ainda mais com gol, uma felicidade muito grande. Mas ainda tenho certo receio, certo medo, mas isso é pouco a pouco. A cada treinamento vou me soltando mais - disse o atacante. 

Neymar entrou no intervalo, substituindo Fernandinho. A Seleção, após primeiro tempo insosso, cresceu no jogo. O atacante fez um lindo gol, em jogada individual após passar por três marcadores, e viu Firmino, nos acréscimos, fechar o placar. 

No próximo domingo, o Brasil faz o último amistoso antes da Copa. Encara a Áustria, em Viena, às 11h (Brasília). Neymar não assegura que terá condições de atuar mais de 45 minutos. - Vamos ver como serão os treinamentos da semana. Pouco a pouco vou melhorando. Estou feliz por hoje. Ainda sinto alguns incômodos, mas são normais por ter ficado muito tempo sem pisar. Estou 80% - frisou.

 Quando marcou o gol, o camisa 10 correu em direção ao banco de reservas para festejar. Abraçou o médico Rodrigo Lasmar, que realizou a cirurgia no último dia 3 de março. Agradeceu, com as palavras, também, ao preparador físico Ricardo Rosa e ao fisioterapeuta Rafael Martini. Depois do jogo, Lasmar postou uma foto ao lado do craque.

 - Foi mais agradecimento. Não só Lasmar, como Rafa e Rica. Estiveram 24 horas comigo. Um abraço como forma de agradecimento não só a eles, como a todas as pessoas que foram importantes para mim - finalizou Neymar.


Fonte : Globo Esporte 
Postagem Anterior Próxima Postagem