O que parecia impossível quase aconteceu. O Vasco, depois de vencer por 4 a 0 em São Januário, poderia perder por três gols de diferença nesta quarta-feira, na Bolívia, que mesmo assim se classificaria para a fase de grupos da Libertadores. E fez pior: perdeu por 4 a 0 no tempo normal e viu a decisão ir para os pênaltis. Nas cobranças, melhor para o Cruz Maltino, que venceu por 3 a 2. 


Martín Silva foi herói. O goleiro do Vasco defendeu defendeu três cobranças do Jorge Wilstermann: de Lucas Gaúcho, Meleán e Alex Silva. O Cruz-Maltino venceu com gols de Ríos, Pikachu e Wellington. Melgar e Ortiz marcaram para os donos da casa.


Se Martín Silva salvou o Vasco nos pênaltis, Serginho levou a decisão até lá a favor do Jorge Wilstermann. O meia brasileiro deu as quatro assistências que resultaram em gols dos donos da casa e ainda criou outras diversas chances de perigo. 


Depois de eliminar o Jorge Wilstermann, o Vasco está no grupo 5 da Libertadores, ao lado de Cruzeiro, Racing e Universidad de Chile.


Fonte : Globo Esporte

Postagem Anterior Próxima Postagem