O Vitória entra em campo neste domingo (03/12) com uma responsabilidade do tamanho do mundo: precisa vencer o Flamengo, na última rodada da Série A, para se manter na elite do futebol nacional no ano que vem.


Não que o triunfo seja o único resultado possível para alcançar o objetivo. A depender da combinação de resultados, um empate ou mesmo a derrota basta. Mas ninguém está pensando em dar chance para o azar. A partida está marcada para 16h (horário de Salvador), no estádio do Barradão.


O Vitória, 15º colocado, tem 43 pontos e depende só de si. Em caso de empate ou derrota, precisará ligar o secador contra Coritiba (43), Sport (42) e (Avaí). Pelo menos dois deles teriam que perder seus confrontos para que o Rubro-negro permanecesse na Série A. O Coxa enfrenta a Chapecoense fora de casa, o Sport pega o Corinthians em casa e Avaí encara o Santos fora.

Para superar o Flamengo, que durante a semana garantiu vaga na final da Sul-Americana, o Vitória terá que lidar com os desfalques e com o lado emocional. Vagner Mancini não poderá contar com Wallace, Geferson e Tréllez, suspensos, e pode não ter David, que se lesionou na última rodada.


A principal dúvida está na lateral esquerda: Bruno Bispo leva vantagem, mas Patric, Fillipe Soutto e Thallyson, este último o único da posição, briga por vaga. O Vitória poderá ter em campo Fernando Miguel; Caíque Sá, Wallace, Ramon e Bruno; José Welison, Uillian Correia, Yago e Patric; Neilton e André Lima.


Agora o lado emocional: pior mandante da competição, o Vitória terá que superar o “fantasma” que se tornou jogar no Barradão em 2017. A equipe venceu apenas três vezes em casa, empatou cinco e perdeu 10. No jogo que vale a vida, é esquecer o que passou e contar com o apoio do torcedor.


E, no quesito "esquecer o que passou", o goleiro Fernando Miguel sabe exatamente o que fazer: apegar-se às boas memórias que o Barradão evoca. - Se a gente for ficar pensando no retrospecto, o torcedor vai ficar desanimado. Se for acompanhar tudo que aconteceu durante o ano, dentro de casa, ele vai ficar desanimado. Mas é o Vitória, é a nossa casa, é o Leão que está entrando em campo. Então é preciso que a expectativa esteja em alta, que a gente traga à nossa memória aquilo que nos traga fé, esperança, aquilo que nos vá levar à vitória. Vamos trazer aquilo que fizemos contra o Palmeiras, as memórias boas do Barradão, para que a gente possa fazer um bom jogo contra o Flamengo e que a gente possa sacramentar a permanência na série A - afirmou, na última terça-feira.


É de posse das boas lembranças que o torcedor rubro-negro vai entrar em seu santuário neste domingo. E não serão poucos: todos os ingressos para a arquibancada do Leão foram vendidos até o meio dia deste sábado. É com casa cheia que o Vitória vai tentar combater a maré ruim que embalou o Barradão neste ano para tentar iniciar 2018 com outras energias.


Por : Flávio Notícias com informações do Globo Esporte 

Postagem Anterior Próxima Postagem