O Vasco passou algumas rodadas do Brasileiro desperdiçando chances e lamentando empates. E, às vezes, derrotas. Neste domingo, no Mineirão, a história foi totalmente inversa. A equipe de Zé Ricardo foi pressionada desde o início e só saiu com a vitória graças a uma atuação de gala de Martín Silva. - Nos últimos jogos a gente não pode reclamar da entrega, às vezes falta sustentação, mas tem que se doar. A gente soube sofrer , nos dá mais moral para o próximo jogo - disse Anderson Martins.


 Com, praticamente, apenas um jogador com características de marcação no meio de campo, Wellington, o Vasco oferecia espaços ao Cruzeiro no primeiro tempo. Enquanto o quarteto ofensivo do time de Zé Ricardo, formado por Nenê, Pikachu, Paulinho e Andrés Ríos pouco produzia, Arrascaeta, Thiago Neves, Robinho e Rafinha criaram boas chances. Aos 13, Robinho tabelou na área com Arrascaeta e chutou rente à trave direita de Martín Silva. 



O Vasco ainda não tinha chegado com perigo ao gol de Rafael quando, aos 20, Paulão abriu o placar, após escanteio cobrado da direita por Nenê. Nove minutos depois, Arrascaeta tabelou com Thiago Neves na entrada da área, e Martín Silva evitou o empate.


Fonte : Site oficial do Vasco 
Postagem Anterior Próxima Postagem